As duas entidades que regulam o futebol europeu e mundial informaram hoje que continuam a haver alguns aspectos nos novos estatutos da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) que precisam de ser rectificados e aprovados numa das próximas assembleias gerais.

Uma fonte da FIFA revelou à Agência Lusa que «este processo está a ser coordenado, de forma consultiva, com a FPF», acrescentando que o organismo português «não enfrenta» o risco de ser suspenso.

A UEFA também informou a Lusa que os estatutos e o código eleitoral «cumprem os requisitos mínimos da FIFA e da UEFA» e confirmou que os dois organismos internacionais enviaram à FPF «recomendações conjuntas para algumas correcções aos estatutos e código eleitoral num próximo processo de revisão».

Pelo lado da FPF, fonte do organismo assegurou que «os estatutos e código eleitoral recentemente aprovados são válidos, estão em vigor e, segundo as próprias organizações internacionais, cumprem os requisitos da FIFA e da UEFA».

«Estas duas entidades aconselham apenas que, num próximo processo de revisão estatutária, sem qualquer prazo para que tal aconteça, algumas questões de pormenor, nomeadamente questões de terminologia e de definições jurídicas, sejam aperfeiçoadas», sublinhou a mesma fonte.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.