O Secretário de Estado da Juventude e do Desporto pronunciou-se esta quinta-feira sobre o caso Carlos Queiroz, que “chegou ao fim no que toca à justiça portuguesa”, e pede à Federação Portuguesa de Futebol que “tome decisões e que se responsabilize por elas”.

“Espero que a Federação esteja à altura das suas responsabilidades e que garanta transparência. Que tome as decisões que entender serem as melhores para o futuro, que só a eles lhes competem. Mas que tome decisões. E que se responsabilize por elas”, frisou Laurentino Dias.

O Secretário de Estado remeteu-se ao silêncio quanto a expressar opinião sobre a continuidade de Carlos Queiroz como seleccionador, lembrando que “a responsabilidade de certas funções obriga a certas limitações”.

Carlos Queiroz foi suspenso por seis meses das suas funções de treinador, tanto em Portugal como no estrangeiro, pela ADoP (Autoridade Antidopagem de Portugal) em consequência do avocação do processo julgado pelo Conselho Disciplinar da FPF, que alega ter havido obstrução, por parte do seleccionador, ao controlo antidoping nacional efectuado a 16 de Maio de 2010, na Covilhã.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.