O presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) recordou hoje a vitória da seleção portuguesa no Euro2016, há quatro anos, assumindo a confiança de que a equipa das ‘quinas’ voltará a vencer um título internacional.

“A grande conclusão que temos de retirar é que somos capazes, se planearmos, se organizarmos, se fizermos tudo o que temos capacidade para fazer e o fizermos de forma coletiva, somos capazes e é isso que desejo ter, novamente, a felicidade de voltar a ter um 10 de julho de 2016 daqui a algum tempo. Eu acredito que é possível termos um título europeu ou mundial outra vez”, afirmou Fernando Gomes.

Num vídeo divulgado hoje no sítio oficial da FPF na Internet, o líder federativo lembrou os momentos ocorridos em 10 de julho de 2016, quando um golo do suplente Éder, no prolongamento da final frente à anfitriã França, aos 109 minutos, deu a primeira vitória a Portugal numa competição sénior.

“O 10 de julho de 2016 é um marco extraordinário na minha vida como dirigente desportivo, foi o culminar de um trabalho fantástico. Depois, todo o ambiente antes da final, a viagem de Marcoussis para a final, jogar a final com a França, a saída do nosso capitão do terreno de jogo”, referiu Gomes, aludindo à substituição de Cristiano Ronaldo, por lesão, aos 25 minutos.

Seguiu-se mais de uma hora de empate, quebrado pelo ‘tiro’ de fora da área do então jogador dos franceses do Lille, e o fim do encontro, arbitrado pelo britânico Mark Clattenburg.

“O golo do Éder e o apito final do árbitro são momentos inolvidáveis, que ficarão, para sempre, gravados na memória”, frisou o presidente da FPF.

Também hoje, dia em que vai ser reeleito para o terceiro e último mandato na liderança federativa, Fernando Gomes enalteceu “a vibração, o entusiasmo e a alegria” partilhados pelos portugueses de todo o mundo, com “um feito único do desporto e do futebol português”.

“Naquele momento não pude deixar de lembrar todos os que contribuíram para o crescimento do futebol português, que eventualmente mereciam ter conquistado aquele título, mas senti um enorme orgulho de ser presidente da FPF num momento único”, referiu.

Depois da conquista do Euro2016, a equipa das ‘quinas’ voltou a celebrar um título internacional, ao vencer a edição inaugural da Liga das Nações de 2019, disputada em solo luso.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.