O selecionador nacional de Portugal assumiu, esta segunda-feira, que é de extrema importância a qualificação da equipa das 'quinas' para o Euro2016, e garantiu que não vai gerir jogadores na convocatória com a Arménia, apesar do jogo coincidir com o Europeu de sub-21 na República Checa.

"Não vou fazer gestão, essa não é a regra. O mais importante para o futebol português é que a Seleção esteja no Europeu, em França. A Federação vive do sucesso de ter uma equipa numa fase final, senão aparecem problemas económicos. Será sempre o primeiro pensamento", afirmou Fernando Santos à margem de um Fórum do Treinador Futebol/Futsal realizado em Santarém.

"Existem jogadores que se interligam nestas competições e vamos ponderar o que é credível fazer. Aqueles que eu entender que têm 50 por cento ou mais possibilidades de jogar na Seleção Nacional, até dia 13 estarão sempre com a equipa nacional. Aqueles que entender que não vão jogar tanto podem ficar com os sub-21", acrescentou o técnico português.

"Os jogadores não têm de jogar todos os jogos, têm de competir com regularidade. É preciso ter minutos. Ninguém está excluído", frisou o selecionador nacional sobre o próximo jogo de Portugal em Erevan, capital da Arménia, no próximo dia 13 de junho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.