O atual presidente da Comissão Disciplinar (CD) da Liga de futebol, Herculano Lima, é candidato à liderança do Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), na lista de Fernando Gomes, disse à agência Lusa fonte da candidatura.

Herculano Lima, que substituiu Ricardo Costa na presidência da CD da Liga, já presidiu ao Conselho de Justiça da FPF, órgão do qual se demitiu por discordar de decisões relacionadas com o denominado processo “Apito Final”.

O juiz jubilado afastou-se quando o órgão, com o voto de vencido do presidente, decidiu reduzir de seis meses para 100 dias uma pena aplicada a Valentim Loureiro, na altura presidente da Assembleia Geral da Liga e um dos alvos da investigação sobre corrupção e tráfico de influências no futebol português.

Com uma pena de seis meses, Valentim Loureiro teria de deixar o cargo, o que sucede com todos os agentes desportivos com suspensões disciplinares superiores a 120 dias.

A pena foi mesmo reduzida para 100 dias, Valentim Loureiro manteve-se como líder da mesa da Assembleia Geral mas Herculano Lima demitiu-se da presidência do CJ, em novembro de 2007, considerando, na sua declaração de voto, que tinha sido cometido «o pecado da ilegalidade».

Herculano Lima entendeu que a redução da pena deveu-se exclusivamente a evitar que Valentim Loureiro fosse obrigado a abdicar do cargo que mantinha da Liga.

Além do atual presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP), Fernando Gomes, são candidatos à presidência da FPF António Sequeira e Carlos Marta.

O prazo para apresentação de candidaturas para as eleições de 10 de dezembro termina na quinta-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.