Não é muito comum mas há uma dupla de irmãos na seleção de Portugal. Depois de Maniche e Jorge Ribeiro terem estado juntos na seleção A de Portugal, agora é a vez dos manos Fonte: Rui e José Fonte, avançado e defesa central, respetivamente.

José Fonte foi chamado para substituir Ricardo Carvalho frente a Sérvia, pelo que não irá jogar no amigável frente a Cabo Verde. Mesmo assim fez questão de permanecer junto do grupo, ao lado do irmão mais novo, Rui Fonte, avançado emprestado pelo Benfica ao Belenenses. A chamada dos dois à seleção é um sonho tornado realidade.

"É uma felicidade enorme [estar aqui com o meu irmão]. Foi sempre um sonho jogar ao lado do meu irmão e, se fosse na seleção, seria perfeito, uma vez que já aconteceu no clube. É um sonho tornado realidade. Desde pequeno que o vejo jogar, é meu ídolo, logo é uma alegria enorme", disse Rui Fonte, ele que esteve ao lado do irmão na roda de imprensa da seleção lusa.

O irmão, José, defesa central do Southampton de Inglaterra, também não poderia estar mais feliz.

"Os nossos pais não poderiam estar mais orgulhosos. Acredito que estejam felizes, espero que possam disfrutar deste momento, nós só temos de continuar assim, a dar alegrias", disse o defesa.

Rui Fonte mudou-se do Benfica B para o Belenenses em janeiro, depois de brilhar na Segunda Liga. O avançado do Benfica recusa a ideia de que há falta de soluções para avançado centro na seleção de Portugal e diz-se pronto para ser o presente e o futuro da Seleção A e estar já no Euro2016.

"Há muitas e boas soluções para avançado centro, cada um tem de fazer o seu trabalho. É preciso é tranquilidade e confiança, é preciso chegar e sentir-se que as pessoas confiam em nós. Depois fazemos o nosso trabalho e damos o máximo para provar o nosso valor. O meu sonho é estar no Euro2016 e se lá chegar, será consequência do que fizer esta época e na seguinte. Sinto-me o presente e o futuro da seleção", disse o avançado do Belenenses.

Rui Fonte não é um ponta-de-lança puro. É um jogador mais móvel, mais parecido com um falso nove. O irmão José Fonte, que o viu crescer, aceitou o desafio de o descrever.

"Tento sempre olhar para ele em campo não como um irmão. Mas sei que ele é inteligente, movimenta-se bem e percebe onde tem de estar, é rápido, evoluído tecnicamente. Tem todas as qualidades para fazer um bom trabalho no clube e na seleção. Mas sabe que, depois das muitas lesões graves que teve, só com muito trabalho conseguirá chegar onde tem de chegar", disse José Fonte.

O jogo amigável entre Portugal e Cabo Verde, de caráter solidário, está marcado para às 20h45 desta terça-feira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.