Apesar da vitória escassa frente a Hungria, João Mário garante que Portugal teve sempre o jogo controlado. O médio voltou a ser titular na formação lusa, na vitória por 1-0 sobre os húngaros, em jogo do Grupo B de apuramento ao Mundial2018. Em declarações à RTP, o jogador do Inter Milão sublinhou que todos acreditem no primeiro lugar do grupo.

Vitória escassa: "Queríamos ter resolvido mais cedo, tivemos oportunidades, o que fica é o grande espírito de sacrifício, a entreajuda, fizemos uma bela partida e controlámos sempre o jogo".

Expulsão de Priskin aos 30 minutos: "É um momento decisivo, é sempre melhor jogar contra 10, mas mesmo com onze estávamos por cima. O golo apareceu no início da segunda parte e fomos tentando ampliar a vantagem depois"

Chegar ao primeiro lugar do Grupo: "Acredito eu e todo o grupo. Dependemos de nós, mas antes da Suíça ainda temos um jogo difícil em Andorra e só pensamos na Suíça depois"

Objetivos pessoais: "Quero continuar a melhorar, é possível jogando. O selecionador deu-me oportunidade e tento sempre dar o meu máximo por Portugal".

Portugal venceu a Hungria por 1-0 em Budapeste, em jogo do Grupo B da qualificação Europeia ao Mundial2018. A vitória garante, para já, um lugar no play-off e deixa Portugal a depender de si para chegar ao primeiro lugar e conseguir o apuramento direto. Para tal só tem de vencer os dois jogos que lhe resta e ficar à frente da Suíça, líder do Grupo que hoje venceu a Letónia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.