Doze golos em três dias. Duas goleadas por 6-0 e um novo goleador. Portugal recuperou da derrota inaugural na fase de qualificação para o Mundial2018 com duas goleadas de 6-0, frente a Andorra em casa e Ilhas Faroé fora.

Mais do que as goleadas, os dois últimos resultados mostraram o que poderá ser o futuro da Seleção portuguesa. Rui Jorge tem lapidado ´diamantes` nos sub-21, que depois são promovidos por Fernando Santos na tão falada renovação da Seleção. Os clubes também têm ajudado e muito, apostando cada vez mais em jovens jogadores. Cancelo dá garantias à direita da defesa, Raphael Guerreiro faz o mesmo à esquerda, William, Danilo, João Mário, André Gomes, Bernardo Silva já são valores confirmados e na frente, Portugal parece ter encontrado em André Silva o tão desejado ponta-de-lança com faro de golo.

Centremos então no jogo frente as Ilhas Faroé. André Silva ´roubou` o protagonismo a Ronaldo e e foi o herói da noite. De uma assentada, bateu vários recordes na Seleção, CR7 também ´molhou a sopa` e estabeleceu novo marco na carreira. Cancelo também inscreveu o seu nome na lista de marcadores e, também ele, bateu um novo recorde na Seleção. O playerstats do site zerozero compilou algumas curiosidades e factos sobre o jogo.

Algumas curiosidades e factos sobre o jogo Ilhas Faroé 0-6 Portugal

André Silva é o 1.º português do FC Porto a fazer um hat-trick pela Seleção em provas oficiais. É também o mais jovem a fazer um hat-trick pela Seleção portuguesa com 20 anos, 11 meses e 5 dias: precisou apenas de 25 minutos para tal. É o 7.º mais rápido.

Apenas dois jogadores do FC Porto fizeram um hat-trick pela Seleção portuguesa: 1928 Valdemar Mota (Amigável vs. Itália), 2016 André Silva.

André Silva faz pela 1.ª vez um hat-trick como sénior. O último hat-trick tinha sido como júnior em 2013 (vs. Paços).

Sem Cristiano Ronaldo, dez anos depois, um jogador fez um hat-trick pela seleção (2006 Pauleta , 2016 André Silva).

Cristiano Ronaldo é o melhor marcador, com 5 golos, da fase de qualificação UEFA para o Mundial 2018.

Ronaldo é o melhor marcador de sempre por Portugal (20) em qualificações p/ Mundiais, ultrapassa Pauleta (19 golos).

Portugal marcou 12 golos em dois jogos, frente à Andorra e Ilhas Faroé, e já é o 2.º melhor ataque da fase de qualificação para o Mundial 2018.

João Cancelo fez o 3.º golo em três internacionalizações. É o defesa que mais golos marcou nas três primeiras internacionalizações por Portugal (um golo por jogo).

Nas três primeiras internacionalizações, apenas oito jogadores marcaram pelo menos três golos pela seleção, o último tinha sido Iaúca há 55 anos.

Num espaço de quatro meses, Portugal goleou a Estónia (7-0), Gibraltar (5-0), Andorra (6-0) e Ilhas Faroé (0-6).

Doze golos em três dias: foi a 1.ª vez que Portugal conseguiu marcar tantos golos num curto espaço de tempo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.