"Claro que acredito nas duas vitórias da nossa selecção", disse o responsável governativo à margem da homenagem ao antigo futebolista, dirigente e treinador da Académica, Vasco Gervásio.

Laurentino Dias acrescentou ainda, e reportando-seà derrota de Madrid à organização dos Jogos Olímpicos de 2016, entretanto ganha pelo Brasil, "a candidatura ibérica ao Mundial de 2018/22 será uma realidade".

O secretário de Estado, antigo estudante de Coimbra e amigo de Vasco Gervásio, com quem cursou Direito, enalteceu a "figura exemplar", entregando à viúva o Colar de Honra ao Mérito Desportivo do Governo português.

Vasco Manuel Pereira Gervásio morreu no passado dia 03 de Julho, aos 65 anos de idade, devido a doença prolongada. Fez, enquanto atleta e capitão, 430 jogos pela "Briosa", sendo um dos jogadores com mais jogos disputados pelo clube.

Além de ter estado nas duas finais das Taças de Portugal, em 1967 e 1969, e ter sido vice-campeão nacional na época de 1966/67, foi vice-presidente durante a presidência de João Moreno e presidente-adjunto da anterior direcção academista, liderada também pelo actual presidente José Eduardo Simões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.