Gilberto Madail desmentiu Carlos Cruz sobre a alegada compra de votos para a organização do Euro2004. O antigo presidente da Federação Portuguesa de Futebol nega qualquer tentativa de suborno a líderes de outras federações.

"Compra de votos? Desminto categoricamente, isso era inimaginável. Carlos Cruz quer protagonismo e desviar atenções de factos que são muito graves. Não se passou nada, não houve troca de envelopes, nem havia dinheiro para isso", revelou Madaíl, em declarações à AbolaTV.

Na sua autobiografia, Carlos Cruz revela alguns episódios dos bastidores da Candidatura de Portugal à organização do Campeonato da Europa, e relata as dificuldades que teve enquanto presidente da Comissão Executiva da candidatura portuguesa para angariar votos junto das outras federações europeias.

As revelações de Carlos Cruz incluem conversas com Gilberto Madail, na altura presidente da Federação Portuguesa de Futebol, e José Sócrates, na altura Ministro-adjunto de António Guterres.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.