Segundo o jornal O Jogo, Miguel vai ser o terceiro jogador nas últimas semanas a enviar carta à Federação informando da decisão de renunciar à Selecção Nacional.

O lateral garante que a decisão nada tem a ver com actual estado conturbado da Selecção Nacional e da Federação, querendo apenas dedicar-se inteiramente ao clube onde está desde 2005.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.