José Mourinho disse hoje não entender a razão porque o Real Madrid não o deixa vir a Lisboa treinar a selecção nacional nos próximos dois jogos do apuramento do Europeu de 2012 quando tem férias em outubro.

“Eu queria. Vou ficar de férias em Madrid dez dias a treinar com três jogadores”, afirmou Mourinho em declarações à RTP após a vitória do Real Madrid sobre a Real Sociedad por 2-1 com golos do ex-benfiquista Di Maria e de Cristiano Ronaldo.

O técnico português disse também não ter falado com o presidente do clube, Florentino Pérez, porque não tem esse direito.

“Não tenho o direito de o fazer. Sou treinador do Real, não tenho o direito de o fazer e não o vou falar”, acrescentou.

Na sexta-feira, o técnico português afirmou que seria incapaz de dizer não a Portugal, principalmente num momento de aflição.

“Disse sempre, no passado, que nunca diria não num momento de aflição, num momento difícil, num momento em que pensassem que podia fazer alguma coisa pelo meu país, com ou sem sucesso, mas com o orgulho pessoal de poder fazer alguma”, afirmou José Mourinho.

Já Jorge Valdano, diretor-geral e adjunto da presidência do Real Madrid, descartou também no sábado a hipótese de José Mourinho orientar Portugal nos dois próximos jogos de apuramento para o Euro2012 de futebol e deu o assunto como encerrado.

"O tema de Mourinho e Portugal está fechado", assegurou Valdano ao operador de televisão espanhol La Sexta, após o triunfo do Real Madrid no terreno da Real Sociedad.

A posição do Real Madrid fez com que Gilberto Madail desistisse de se deslocar à capital espanhola para abordar a utilização de Mourinho no banco português para os dois próximos dois jogos da equipa nacional, situação que o próprio técnico também não entende.

Para José Mourinho se Madail não for a Madrid é porque lhe terão dito que não valeria a pena ir, mas o técnico defende, mesmo assim, a deslocação.

Escusando-se a dar conselhos a qualquer técnico que possa assumir o comando da selecção – Paulo Bento deverá ser anunciado já na segunda-feira – José Mourinho quer ver os “portugueses unidos” e ainda acredita no apuramento.

Mourinho foi convidado para dirigir Portugal nos dois próximos jogos de apuramento para o Euro2012, com Dinamarca (8 de Outubro) e na Islândia (12).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.