Bruno Alves, Raul Meireles, Rolando e Beto (FC Porto), os “ingleses” Deco, Ricardo Carvalho e Bosingwa (Chelsea) e Nani (Manchester United) e os “espanhóis” Cristiano Ronaldo e Pepe (Real Madrid) foram os únicos a treinar sob chuva “miudinha” ininterrupta e a fazer o delírio de cerca de 500 jovens adeptos em histeria.

Face à chuva e algum vento, a alegria da sessão veio mesmo da bancada, onde muitos jovens esperavam pelos futebolistas da selecção para lhes pedir autógrafos e tirar fotos e, no fim, lutar pelas dezenas de t-shirts de Portugal que lhes foram atiradas pelos jogadores.

Os restantes 11 convocados já na Suécia - os que competiram domingo - foram poupados a esforços e ficaram no hotel a descansar: Liedson era esperado no relvado para o primeiro treino enquanto internacional por Portugal, mas só terça-feira terá esse privilégio.

O benfiquista Nuno Gomes vai ser o último futebolista a juntar-se ao grupo, terça-feira à tarde, pois ainda compete na noite de hoje, frente ao Vitória de Setúbal, no encontro de encerramento da terceira jornada da Liga portuguesa.

Beto foi o único guarda-redes de serviço - tinha a trabalhar com ele os preparadores Daniel Gaspar e Hugo Oliveira - e teve especial trabalho quando decorreram as situações de ataque/defesa num espaço praticamente reduzido à grande área.

A comunicação social sueca também seguiu os trabalhos da equipa das “quinas”, tanto na chegada ao hotel e conferência de imprensa do seleccionador luso, Carlos Queiroz, como durante o treino.

Terça-feira, o grupo volta a treinar no Estádio Paaskbergsvallen, primeiro às 11:00 (10:00 em Lisboa), com apenas 15 minutos abertos à comunicação social, e depois às 18:00, fechado a olhares indiscretos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.