A seleção portuguesa defronta hoje a Escócia, num jogo particular em que Fernando Santos deverá aproveitar para dar minutos a futebolistas menos utilizados, podendo, à distância de muitos quilómetros, qualificar-se para a fase final da Liga das Nações.

No regresso de Portugal a solo escocês, onde jogou pela última vez em 1992 (0-0), é esperado que o selecionador português lance algumas ‘caras novas’, casos do guarda-redes Cláudio Ramos, o defesa Pedro Mendes e o avançado Hélder Costa, todos à procura da estreia na seleção principal.

Kevin Rodrigues, Luís Neto, Bruno Fernandes, Gedson e Sérgio Oliveira podem ter novas oportunidades para convencer Fernando Santos, assim como Éder, o herói da conquista do Euro2016, que está de regresso às opções do técnico, de 64 anos.

Rui Patrício, Pepe e Bernardo Silva, que foram titulares no triunfo de quinta-feira sobre a Polónia (3-2), em jogo do Grupo 3 da Liga das Nações A, foram dispensados e falham o duelo com os escoceses, assim como Cristiano Ronaldo, que pediu dispensa dos trabalhos da seleção nacional e só deverá regressar em 2019.

Portugal joga na Escócia, onde só venceu uma vez em sete confrontos, mas também terá as suas atenções viradas para Chorzów, onde a Polónia recebe a Itália, com um empate a garantir a qualificação antecipada da seleção campeã europeia para a fase final da primeira edição da Liga das Nações.

O jogo particular entre a Escócia e Portugal tem início agendado para as 17:00 horas, no estádio Hampden Park, em Glasgow.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.