A comitiva foi chefiada pelo vice-presidente Amândio de Carvalho, uma vez que o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madail, continua doente e impossibilitado de acompanhar a equipa.

A viagem decorreu de forma tranquila e, na aterragem em Oslo, os jogadores Miguel Veloso e Beto mereceram o privilégio de assistir às operações dos pilotos do avião “Autonomia” no interior do “cockpit”.

No momento da chegada não houve declarações por parte de qualquer elemento da comitiva, tendo esta abandonado o aeroporto de autocarro.

Portugal chega a Oslo com apenas um ponto, depois de se ter estreado na fase de qualificação com um empate frente ao Chipre, por 4-4, na passada sexta feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Em Oslo, a equipa voltará a ser orientada pelo adjunto Agostinho Oliveira, uma vez que o seleccionador Carlos Queiroz continua a cumprir castigo disciplinar por ter perturbado o trabalho de uma brigada anti-doping.

O encontro realiza-se terça-feira, pelas 20:30 (19:30 em Lisboa), no Estádio Ullevaal, e terá arbitragem do árbitro francês Laurent Duhamel.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.