Simão Sabrosa renunciou à selecção nacional, numa carta conhecida esta tarde de sexta-feira. Carlos Queiroz ainda tentou demover o jogador, mas a decisão já estava tomada. No entanto, o seleccionador nacional destacou o “profissional exemplar”, que “deixa atrás de si mais uma história fantástica e um modelo de referência para todos”, em particular para “os jovens seleccionados”.

As declarações de Carlos Queiroz estão expressas no site da Gestifute, empresa de agenciamento que o representa, pelo facto da FPF não as ter publicado no respectivo site.

O técnico agradeceu “o encanto e as emoções” que Simão Sabrosa proporcionou.

Aos longos destes anos, Simão Sabrosa envergou 85 vezes a camisola AA de Portugal e apontou 22 golos, sendo ainda chamado para ocupar o lugar de capitão de equipa em sete ocasiões.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.