Três dos sócios ordinários convocados para o encontro confirmaram à agência Lusa este adiamento, para terça-feira, às 17h00, na sede da FPF, que asseguraram que se mantém o pretexto de, “em conjunto, poder ser estabelecido um consenso sobre os pontos em análise dos Estatutos e também o Regulamento Eleitoral”.

Este era o objectivo sublinhado pelo vice-presidente da FPF Amândio Carvalho, na convocatória inicial a que a agência Lusa teve acesso.

Estas diligências decorrem da suspensão da AG extraordinária de 02 de Abril – que deveria ter promovido a discussão e votação do regulamento eleitoral decorrente do projecto de estatutos –, após aprovação de um requerimento nesse sentido apresentado pela Associação de Futebol (AF) de Leiria.

O presidente da estrutura leiriense, Júlio Vieira, justificou a sugestão com a necessidade de os sócios voltarem a discutir e votar o projecto de estatutos, depois de prepararem em conjunto uma “redacção final dos três artigos” chumbados a 19 de Março.

O presidente da FPF concordou com esta possibilidade, para que a «assembleia não fosse encerrada» e que «as instâncias percebam que este processo ainda não acabou».

«Se fechamos esta assembleia é que não aprovamos os estatutos dentro dos prazos que nos são dados», frisou Gilberto Madail.

Apesar de o projecto de estatutos da direcção ter sido aprovado na generalidade, a 19 de Março, três artigos dos estatutos, referentes à composição e proporcionalidade da AG e a aplicação do método de Hondt na eleição para os conselhos de Arbitragem, Disciplina, Justiça e Fiscal, foram chumbados na especialidade.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.