A selecção orientada interinamente por Agostinho Oliveira empatou 4-4 com o Chipre, em Guimarães, no primeiro jogo da fase de qualificação para o Euro2012.

O “onze” apresentado pelo seleccionador interino apresentou um meio campo pouco experiente, com Raul Meireles a destoar, com 39 internacionalizações. Manuel Fernandes somou sexta-feira a sua sexta presença, enquanto Danny, que apareceu numa espécie de “10”, fez com o Chipre a 15.ª

A defesa, que cometeu demasiados erros no escandaloso empate com o Chipre, até foi a zona mais experiente em termos de internacionalizações, com Eduardo a somar 20 jogos, Miguel 59, Ricardo Carvalho 68, Bruno Alves 36 e Fábio Coentrão apenas nove.

Do ataque, Nani destacou-se com a 37.ª presença, Hugo Almeida fez o 29.º encontro pela selecção AA, enquanto Quaresma ultrapassou por uma a barreira das 25.

Desta forma, o “onze” que Agostinho Oliveira escolheu soma 344 internacionalizações, ainda um pouco longe das 353 que somam em conjunto Deco, Simão, Paulo Ferreira, Cristiano Ronaldo e Tiago.

Simão, o quinto jogador mais internacional de sempre em Portugal, regista 85 presenças, respectivamente mais nove e 10 que Cristiano Ronaldo (76) e Deco (75), o “maestro” que renunciou à turma das “quinas” seguir ao Mundial da África do Sul.

Tiago, um habitual nas andanças da selecção, está na lista de convocados para a dupla jornada (Chipre, na sexta feira, e Noruega, na próxima terça, em Oslo), mas ficou na bancada.

João Moutinho, que entrou durante o jogo, completou na sexta-feira 26 jogos pela equipa AA, Liedson (também chamado após o intervalo) fez a 14.ª partida, enquanto Yannick Djaló (entrou próximo do fim) estreou-se pela selecção principal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.