Mais um caso de COVID-19 na Seleção e um que irá fazer eco à volta do mundo: o capitão da seleção portuguesa Cristiano Ronaldo testou positivo à COVID-19 e vai falhar o encontro de quarta-feira com a Suécia, da Liga das Nações, revelou hoje a Federação Portuguesa de Futebol.

O capitão da Seleção Nacional está em isolamento, não apresentando qualquer sintoma da doença.

De acordo com o jornal 'Record', CR7 realizou seis testes nos últimos sete dias, tendo o positivo surgido no teste realizado na última segunda-feira.

Já durante a manhã, os restantes jogadores realizaram novos testes. não tendo sido detetado qualquer caso positivo entre os restantes.

A conferência de imprensa de antevisão ao jogo com a Suécia e o treino que estava inicialmente marcados para esta manhã foram adiados para a tarde, não tendo sido na altura avançada qualquer razão para o mesmo por parte da Federação.

Ronaldo é o terceiro jogador de Portugal a estar infetado com o novo coronavírus, depois de José Fonte e Anthony Lopes.

Uma jornada marcada pela COVID-19

A jornada de compromissos internacionais da Seleção Nacional tem sido marcada pelos casos de COVID-19.

O primeiro caso positivo surgiu no dia 6 de outubro, com o caso de José Fonte, sendo que na altura todos os outros jogadores testaram negativo para a COVID-19.

Se os testes negativos aos restantes jogadores acalmaram os receios de mais casos, dias depois surgiu mais um caso no interior dos convocados de Fernando Santos: no dia a seguir ao jogo amigável com a Espanha, Anthony Lopes também foi dispensado dos trabalhos da Seleção depois do teste positivo à COVID-19.

A infeção do guarda-redes do Lyon afetou os planos de viagem para Paris, onde defrontou a França no passado domingo.

Fernando Santos na antevisão à partida com os gauleses abordou o assunto, admitindo que tiveram "algum impacto".

“No primeiro momento, há impacto. Não vamos fugir das responsabilidades. É um problema que atravessa o mundo. (...) Somos das pessoas mais testadas que há. Todos os que vão para França estão negativos. Fizeram uma bateria de testes. Não nos afeta e não estamos preocupados”, disse.

Agora, dois dias depois da visita a França é o capitão e figura maior da Seleção a testar positivo para a COVID-19.

4 jogos fora

Se o protocolo dos 14 dias de isolamento para casos positivos se mantiver, Cristiano Ronaldo irá estar de fora dos relvados até ao próximo dia 27 de outubro.

Dessa forma, CR7 falha, além do encontro de Portugal frente à Suécia de amanhã, mais três encontros da Juventus: frente ao Crotone (Serie A), marcado para o próximo sábado; frente ao Dínamo de Kiev, marcado para a próxima terça-feira a contar para a Liga dos Campeões e o duelo com o Verona, marcado para dia 25 de outubro, também a contar para a Serie A.

A correr tudo da melhor forma, CR7 poderá estar de volta aos relvados a 28 de outubro, no confronto da Juventus com o Barcelona, em Turim, a contar para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

O comunicado da FPF:

"Cristiano Ronaldo foi dispensado dos trabalhos da Seleção Nacional após teste positivo para COVID-19, pelo que não defrontará a Suécia.

O internacional português está bem, sem sintomas, e em isolamento.

Na sequência do caso positivo os restantes jogadores realizaram novos testes esta terça-feira de manhã, todos com resultado negativo, e estão à disposição de Fernando Santos para o treino desta tarde, na Cidade do Futebol.

O jogo, a contar para a fase de apuramento da Liga das Nações, está agendado para quarta-feira, às 19:45, em Alvalade"

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.