O selecionador português de futebol de sub-21, Rui Jorge, elogiou segunda-feira o comportamento dos seus jogadores na vitória face à França (1-0), salientando que a jogar contra 10 a equipa tudo fez para dilatar a vantagem.

O treinador, que falava em conferência de imprensa após o particular com os gauleses, salientou que o «grupo está com espírito unido e solidário» e que está a trabalhar bem a circulação de bola.

«Gostei da forma empenhada e organizada como disputámos o jogo. Defensivamente tivemos um comportamento correto. Ofensivamente tivemos alguma ansiedade, principalmente na segunda parte. Poderíamos ter criado mais ocasiões de golo. O 1-0 era sempre um resultado escasso, que a qualquer altura poderia ser alterado», afirmou Rui Jorge.

Portugal contou com a participação de seis vice-campeões do mundo de sub-20 (Cédric, Mário Rui, Nuno Reis, Pelé, Júlio Alves e Caetano - Mika não saiu do banco) –, um lote que vem fortificar o grupo comandado por Rui Jorge e que deixa o treinador com muitas esperanças no futuro.

«Foi importante este segundo jogo consecutivo sem sofrer golos. O leque de opções alargou e, como é lógico, o recrutamento pode ser feito numa base maior e isso traz maiores possibilidades de escolhas. Nessa perspetiva, é positivo. Todos os elementos chamados têm respondido bem», conclui Rui Jorge.

A terminar, o selecionador agradeceu a presença aos cerca de três mil espetadores presentes no Estádio Municipal de Rio Maior.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.