Recorde-se que a ADoP castigou Carlos Queiroz com seis meses de suspensão, o que impediria, caso continuasse à frente da Selecção Nacional, de exercer a actividade como treinador durante esse tempo.

Com esta decisão, Queiroz poderá voltar a treinar até que o TAS decida o valor da suspensão de seis meses.

Queiroz foi castigado com seis meses de suspensão pela Autoridade Antidopagem de Portugal (ADoP), na sequência de insultos durante um controlo antidoping à selecção portuguesa, realizado a 16 de Maio, aquando do estágio de preparação para o Mundial de 2010.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.