Depois do triunfo de sábado em Lisboa sobre o conjunto bósnio (1-0), Portugal visita Zenica na quarta-feira, tendo o jogador do Málaga alertado para o facto de o adversário ter “uma equipa de qualidade, com jogadores perigosos, altíssimos, fortes no jogo aéreo”.

“Vai ser complicado, mas já estávamos preparados para isso. Temos de manter a mesma seriedade, a mesma humildade e sabemos que só falta uma final. Vamos lá para tentar marcar mais golos e tentar definir logo a eliminatória”, referiu.

Edinho considerou que as dificuldades que a “equipa das quinas” sentiu no Estádio da Luz não se deveram ao esquema táctico apresentado pela Bósnia-Herzegovina, afirmando que “o factor preponderante foi o jogo aéreo”

“Mas também estivemos bastante bem nesse aspecto. Lá vai ser bastante difícil, mas também pode tornar-se mais fácil para nós, porque em casa eles vão ter de se abrir mais um pouco. Esperemos que seja um bom jogo e consigamos apurarmo-nos”, afirmou.

Sobre o jogo do Estádio da Luz, Edinho disse que Portugal fez “um bom jogo” e que, apesar dos bósnios “terem tido oportunidades” e “bolas na trave e nos postes”, a equipa de Carlos Queiroz “controlou” a partida.

Portugal treina hoje no Estádio Nacional, no Jamor, repetindo o apronto segunda-feira, antes de partir, a meio da tarde, para a Bósnia-Herzegovina.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.