Liedson tem sido uma ausência de relevo nas convocatórias de Paulo Bento para a selecção nacional. O jogador do Corinthians é o melhor marcador da equipa brasileira em 2011, com 12 golos, mas mesmo assim não é opção para o seleccionador.

«Não preciso de mostrar a ninguém o meu valor. Conhecem-me bem, pois foram sete anos lá. É apenas uma opção do treinador. E, para mim, o treinador tem sempre razão. Tenho é de pensar no Corinthians», afirmou o internacional português, de 33 anos.

A cerca de um ano do Campeonato da Europa, o 'Levezinho' garante estar concentrado em ajudar a sua equipa, sem viver obcecado com a selecção portuguesa. «Procuro viver uma coisa de cada vez. O momento é o Corinthians. Claro que penso [na Selecção], mas não é uma obsessão. Para chegar à selecção, é preciso estar bem no Corinthians. Se estiver bem e a marcar, talvez possa ir», concluiu. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.