O AC Milan prosseguiu hoje o seu mau momento na Série A italiana de futebol e empatou em casa com o Lecce, por 2-2, no que foi a estreia do treinador Stefano Pioli.

Os milaneses continuam 'perdidos' na tabela, com 10 pontos e o 12.º lugar, a 12 pontos da líder Juventus.

Os 'rossoneros' foram dominadores no primeiro tempo, em que só fizeram um golo, por Hakan Çalhanoglu, aos 20 minutos.

Na segunda parte, a equipa da casa caiu muito de rendimento e permitiu o empate aos 62, com Babacar, na recarga a uma grande penalidade que ele próprio falhou.

Depois, Piatek finalizou um cruzamento de Hakan Çalhanoglu, aos 81, e parecia que a vitória da casa estava assegurada, mas os visitantes chegaram ao empate nos descontos, com um remate de Calderoni.

Rafael Leão foi titular na equipa de Milão, para sair aos 67 minutos e permitir a entrada de Piatek.

Mais cedo, a Roma, sem Paulo Fonseca no banco, voltou a perder pontos, ao empatar fora sem golos com a Sampdoria, que estreou Claudio Ranieri à frente da equipa.

Paulo Fonseca deu o lugar no banco ao adjunto Nuno Campos, por estar suspenso devido à expulsão no jogo com o Cagliari, da anterior ronda e em que também viu os romanos empatarem (1-1), deixando críticas à arbitragem.

Hoje, em Génova, a Sampdoria estreou Ranieri, que substituiu Eusébio Di Francesco face aos maus resultados, que deixaram a equipa no último lugar do campeonato italiano de futebol.

Com superior posse de bola (67%), mas muita dificuldade para criar perigo junto da baliza de Audero, o cenário ainda se complicou mais para a Roma (sexta classificada) com a expulsão de Justin Kluivert, aos 86, num segundo amarelo.

Também hoje, o Inter de Milão continuou a sua grande campanha na Série A – só travada na ronda anterior com a derrota frente à campeã Juventus -, ao vencer na visita ao Sassuolo, num início de tarde cheio de golos.

A equipa de António Conte, que é vice-líder, a um ponto da ‘Juve’, esteve a vencer por 4-1, com ‘bis’ de Lautaro Martínez e também de Lukaku, e quase que se deixou apanhar, quando o Sassuolo (16.º) reduziu para 4-3 aos 82 minutos.

O jogo foi interrompido ainda no final na primeira parte, quando um paraquedista aterrou no estádio Mapei, e num momento em que Lukaku se preparava para converter uma grande penalidade, sem que se saiba as motivações do ‘interveniente’.

Em outros jogos da tarde, o Cagliari venceu a SPAL, por 2-0, a Udinese o Torino, por 1-0, e o Parma goleou o Génova por 5-1.

A oitava jornada fica completa na segunda-feira com o Brescia-Fiorentina.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.