O AC Milan venceu hoje em casa a Fiorentina por 2-0, em jogo da nona jornada da Liga italiana de futebol, e reforçou a liderança do campeonato, em que segue invicto.

Com o costa-marfinense Kessié em destaque, os milaneses aproveitaram da melhor maneira a derrota do Sassuolo, na receção ao Inter de Milão (3-0), para aumentar para cinco os pontos que detêm na liderança, ainda que de forma provisória.

Inter e Sassuolo têm os mesmos 18 pontos, à frente da Roma, treinada por Paulo Fonseca, que tem 17 e joga hoje em casa do Nápoles, à procura de se colocar a três pontos da frente, enquanto a campeã em título Juventus empatou sábado em casa do Benevento (1-1) e é quinta, a seis do topo.

O defesa Romagnoli inaugurou o marcador aos 17 minutos, a passe de Kessié, que acabou por fechar a contagem de penálti, aos 28, antes de falhar novo ‘castigo máximo', aos 40.

O marcador não se alterou no segundo tempo do jogo, em que o português Diogo Dalot entrou aos 90+1 minutos nos líderes da ‘Série A'.

À mesma hora, o Bolonha aplicou nova derrota ao Crotone, que soma sete desaires e dois empates em nove jogos, numa partida em que Pedro Pereira foi titular na formação que é 20.ª e última classificada.

Um golo de Soriano aos 45+2 minutos ‘empurrou' os bolonheses para o 10.º posto, com o Crotone a somar a terceira derrota seguida, apresentando o pior registo ofensivo (seis golos marcados) e o segundo pior defensivo (20 sofridos).

No primeiro jogo do dia, a Lazio saiu derrotada da receção à Udinese (3-1), 13.ª classificada, com a formação de Udine a somar o segundo triunfo seguido e a deixar a equipa romana mais longe da frente: está no nono lugar, com 14 pontos, já a nove do primeiro, tendo caído dos lugares europeus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.