O Génova tem 17 futebolistas com resultado positivo para a covid-19, depois de mais três terem testado positivo, anunciou hoje o clube, cujo jogo da terceira jornada da liga italiana, previsto para hoje, já tinha sido adiado.

Além dos 17 jogadores, cinco elementos do ‘staff’ também testaram positivo, o que eleva para 22 o número de casos no clube.

Entre os jogadores que testaram positivo há 11 que na semana passada estiveram envolvidos no jogo com o Nápoles, equipa na qual alinha o português Mário Rui, e que está sob apertada vigilância.

Nos testes realizados até sexta-feira, apenas o médio polaco Piotr Zielinski e um colaborador do Nápoles testaram positivo, estando prevista para hoje, véspera do jogo com a Juventus, nova ronda de análises.

O selecionador italiano de futebol, Roberto Mancini, não convocou qualquer jogador do Nápoles para os próximos jogos da ‘squadra azzura’, a disputar entre 07 e 14 de outubro, com Moldávia, Polónia e Países Baixos.

A federação italiana justificou, entretanto, a decisão como “uma medida de precaução” tendo em conta “a evolução da situação epidemiológica de covid-19, e os recentes casos detetados”.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 1.983 em Portugal e 35.941 em Itália.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.