Cumprido o período de isolamento de 14 dias a que foram sujeitos, o Inter autorizou os seus jogadores estrangeiros a deixarem Itália rumo aos respetivos países.

De acordo com a edição desta quarta-feira do jornal italiano 'Tuttosport', Lukaku, Ashley Young, Moses, Eriksen e Godin vão deixar Milão esta quarta-feira, depois de os colegas Brozovic e Handanovic já terem feito o mesmo.

O avala à partida dos jogadores foi dado pelo treinador Antonio Conte, que vincou contudo a importância de estes manterem a condição física desejada.

O plantel dos 'nerazzurri', recorde-se, cumpriu um período de quarentena depois da confirmação de um caso de infeção do novo coronavírus no plantel da Juventus, por parte de Rugani, com quem o Inter tinha jogado dias antes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.