O sub-secretário do Desporto italiano, Rocco Crimi, pediu hoje a intervenção das autoridades judiciais para investigarem alegados casos de corrupção na atribuição à Polónia e Ucrânia da organização do Europeu2012 em futebol.

O responsável italiano garantiu que o país está preparado para acolher o evento caso seja necessário e insistiu que “se houve crimes, devem ser punidos”.

Este apelo de Rocco Grimi surge na sequência da denúncia de um antigo dirigente da federação cipriota, Spyros Marangos, que acusou a UEFA de ter atribuído a organização do Euro2012 à Polónia e Ucrânia a troco de 11 milhões de euros.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.