Cristiano Ronaldo terá recusado ficar em quarentena com o restante plantel da Juventus depois de dois membros do staff do clube de Turim terem testado positivo à COVID-19. Quem o diz é a 'Gazzetta dello Sport'.

Segundo aquele jornal, depois de ter realizado um teste negativo, o avançado português não terá aceit ficar no hotel situado junto ao centro da 'Vechia Signora', seguindo para casa antes de, no dia seguinte, apanhar um avião e rumar a Portugal, onde se juntou à concentração da Seleção Nacional.

O internacional português, sublinha ainda a 'Gazzetta dello Sport', não terá contudo sido o único jogador da Juve a tomar essa atitude, com Paulo Dybala, Cuadrado, Danilo, Bentancur, Demiral e Gigi Buffon a seguirem o seu exemplo.

Outros elementos do plantel, contudo, encontram-se em isolamento no hotel, onde permanecerão até quarta-feira, dia em que, caso voltem a testar negativo ao novo coronavírus, serão então autorizados a voltar a casa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.