A Lazio, da Série A italiana de futebol, informou hoje que suspendeu temporariamente o tratador da águia que simboliza a equipa, o espanhol Juan Barnabé, depois de este efetuar gestos fascistas na celebração de uma vitória.

O tratador surge num vídeo no Estádio Olímpico de Roma a celebrar a vitória diante do Inter de Milão (3-1), no sábado, efetuando a saudação nazi em direção aos adeptos da equipa romana e quando estes gritavam ‘duce’, em alusão ao ditador italiano Benito Mussolini.

“Ao inteirar-se da existência de um vídeo em que se vê Juan Barnabé (que pertence a uma empresa exterior à Lazio) a fazer gestos que ofendem o clube, os adeptos e os valores em que nos inspiramos, tomaremos medidas junto da empresa para suspender de forma imediata a pessoa, com possível resolução dos contratos em vigor”, comunicou o clube.

Também hoje, a União das comunidades judaicas em Itália (UCEI) mostrou a sua indignação em relação ao vídeo em que Juan Barnabé faz o gesto de saudação nazi, com a águia Olimpia num dos braços.

“O futebol tem de se livrar dos fascistas e dos portadores de ódio, que se espalha nos campos de futebol e em lugares públicos”, disse a presidente da UCEI, Noemi Di Segni, justificando que a atitude do tratador não deixa dúvidas.

Não é a primeira vez que os adeptos ultras da Lazio demonstram ligações de extrema direita, depois de há uns anos gozarem com a imagem da adolescente Anne Frank, um símbolo entre os muitos milhões de judeus mortos, e mais recentemente colocarem uma tarja com a inscrição “Honra a Benito Mussolini”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.