O Milan comunicou esta segunda-feira que tem cinco casos de infeção por COVID-19 na equipa principal.

O clube milanês revelou que se tratam de dois jogadores - o guarda-redes Gianluigi Donnarumma e o avançado Jens Petter Hauge - e três elementos do staff.

Segundo o Milan, os jogadores infetados já se encontram em isolamento. Os 'rossoneri' têm encontro marcado para esta noite com a Roma de Paulo Fonseca, a contar para a jornada da Serie A e não foi assim poder contar com os dois atletas no encontro.

O protocolo italiano define que a quarentena deve durar pelo menos 10 dias e será suspensa após um teste negativo.

No domingo, a Itália registou um novo recorde de infeções desde o início da pandemia, com a notificação de 21.273 novos casos nas anteriores 24 horas e 128 óbitos, segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, que já contabilizou mais de meio milhão de afetados.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.