A equipa milanesa sofreu cedo o primeiro golo - marcou Menez, aos 3 minutos - e restabeleceu a igualdade aos 56, numa grande penalidade convertida pelo brasileiro Ronaldinho, acabando o compatriota Pato por selar o triunfo, aos 67.

O Milan, que actuou em San Siro reduzido a 10 elementos devido à expulsão de Ambronsini (81 minutos), ascendeu à oitava posição, com menos sete pontos do que outra equipa milanesa, o Inter.

O colectivo de José Mourinho goleou sábado o Génova (5-0) e beneficiou da igualdade 1-1 da Sampdoria na visita de hoje para fixar em dois pontos a vantagem.

Também no sábado, Juventus, terceiro classificado, e Fiorentina, quarto, não foram além de um empate a um golo e perderam igualmente terreno para o Inter, o detentor do título.

O recém-promovido Parma venceu o Siena, por 1-0 (golo obtido nos descontos), e garantiu a quinta posição, aproveitando a derrota do Génova no encontro frente ao Inter, no qual Ricardo Quaresma não foi opção do treinador português.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.