O AC Milan ficou este domingo com a porta aberta rumo ao título italiano de futebol, ao beneficiar da derrota caseira do Nápoles por 2-1 frente à Udinese, deixando a equipa de Berlusconi com cinco pontos de avanço na liderança.

No sábado, os milaneses tinham recebido e vencido a Sampdória por 3-0 e já tinham recebido uma boa notícia, quando o Inter Milão, campeão italiano e europeu em título, perdeu por 2-0 em casa do Parma.

A equipa milanesa, que cedo foi forçada a substituir os lesionados Abbiati e Pato, selou o triunfo sobre a Sampdória com golos de Seedorf (20 minutos), Cassano (55), na conversão de uma grande penalidade, e Robinho (62).

Forçada a vencer para manter os milaneses sob pressão, a equipa napolitana acabou por ceder, tendo os forasteiros se adiantado aos 55 minutos, através de Gokhan Inler, e ampliado aos 60, por German Denis, na própria baliza.

Já na fase final do encontro, o Nápoles desperdiçou uma boa oportunidade para reduzir, quando Edinson Cavani falhou uma grande penalidade, aos 88, acabando por reduzir já mesmo em cima do apito final, aos 90+6, com um tento de Giuseppe Mascara.

O Inter manteve o terceiro posto apesar de ter perdido no sábado em casa do Parma.

Na ressaca da eliminação nos quartos de final da Liga dos Campeões, o Inter foi incapaz de reagir e saiu derrotado com tentos de Giovinco (36) e Amauri (85).

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.