É oficial: Rui Patrício junta-se a José Mourinho na Roma, tendo assinado por três anos com o clube romano.

O guarda-redes deixa o Wolverhampton a troco de 11,5 milhões de anos, num valor que pode aumentar mediante objetivos.

"A Roma é um grande clube e um novo desafio, estou entusiasmado por ajudar o clube a alcançar os seus objetivos", disse, em declarações reproduzidas pelo clube.

Rui Patrício deixou ainda elogios ao seu novo treinador, José Mourinho.

"José Mourinho é  um dos melhores treinadores do mundo e estou entusiasmado por começar a trabalhar com ele e fazer tudo o que puder para ajudar a equipa", afirmou.

Tiago Pinto, diretor geral da Roma, não poupou nos elogios ao internacional português.

"Rui Patrício traz com ele o sucesso com a Seleção Portuguesa e um número de épocas de sucesso na Premier League, onde demonstrou a sua qualidade. Temos a certeza que o nosso plantel vai beneficiar da chegada de um guarda-redes com tamanha experiência internacional", afirmou.

Depois de Sporting e Wolverhampton, Rui Patrício ruma a Itália, naquela que será a sua primeira experiência na Serie A.

O primeiro reforço assegurado pelo técnico luso e o novo dono da camisola ‘1’ da Roma chega à capital italiana após três épocas a atuar na 'Premier League', ao serviço do Wolverhampton, pelo qual participou em 127 jogos.

Patrício, que recentemente esteve com a seleção portuguesa no Euro2020, iniciou a carreira no Sporting, mas rescindiu contrato com o clube de Alvalade em junho de 2018, na sequência do ataque à academia de Alcochete.

Poucos meses depois, o clube inglês chegou a acordo com os ‘leões' e pagou 18 ME pela transferência do guarda-redes internacional português.

*Artigo atualizado às 22h22

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.