Mathias Pogba voltou a 'abrir o livro' e a fazer revelações bombásticas contra o seu irmão, Paul, médio da Juventus e internacional pela França.

Depois de ter sido acusado de pertencer a um grupo que terá, alegadamente, tentado extorquir o seu irmão Paul Pogba, Mathias recorreu às redes sociais esta sexta-feira para atacar o craque da Juventus, que acusa de ser "mentiroso, manipulador, grande hipócrita e criminoso".

O irmão mais velho do médio ex-Manchester United, que está acusado, juntamente com outras pessoas, de extorsão organizada e associação criminosa, revelou que Paul Pogba tornou-se num "seguidor de bruxaria" e que chegou a contratar um bruxo para "neutralizar" Kylian Mbappé. Mathias, de 32 anos, teve uma carreira mais modesta como futebolista. É internacional pela Guiné-Conacri, de onde a família é originária.

"Esse indivíduo, meu irmão, tornou-se adepto de feitiçarias nos últimos anos, tornando-se seguidor de um bruxo, conhecido como Ibrahim, que é próximo do ex-jogador Alou Diarra, que dizem tê-lo conhecido através de jogador Serge Aurier Aurier [Nottingham Forest]. O meu irmão, em várias ocasiões, lançou feitiços contra companheiros de futebol, incluindo o prodígio Kylian Mbappé, seja por ciúmes ou para ganhar um jogo", acusou Mathias.

Um desses feitiços, alega Mathias terá sido lançado antes de um duelo na Liga dos Campeões entre o Manchester United (ex-clube de Paul) e o PSG, em 2019. Nesse jogo, Mbappé teve uma atuação desastrosa, como se pode ver no vídeo abaixo.

"A pedido de Paul, o bruxo foi encarregue de neutralizar Kylian Mbappé, que naquela altura estava a desfrutar de uma ascensão muito rápida e melhor do que a fama de Paul. [...] E Paul fez todos os possíveis para ser próximo de Kylian, fingindo que era seu amigo. Ele ligava-lhe muitas vezes e eram vistos lado a lado. Chegou ao ponto de Kylian estar prestes a assinar o próximo contrato com o PSG sob a condição de Paul ir jogar para lá. Enquanto isso, Paul estava a fazer magia negra para sabotá-lo nestes jogos", acusou ainda o velho dos irmãos Pogba, acrescentando que terá sido o próprio bruxo a pedir o fim dos feitiços contra Mbappé, já que havia o risco de "destruir a carreira" do avançado do PSG.

"O meu irmão sempre teve criminosos e delinquentes à sua volta e ainda os tem. Se fosse só amizade entre eles, tudo certo. O problema é que utilizou esses contactos e nomes para se proteger na rua e fazer negócios com eles para que fizessem coisas e derramassem sangue por ele", acrescentou ainda.

Paul Pogba apresentou queixa em 16 de julho, em Turim, por ter sido ameaçado por pessoas suas conhecidas num apartamento, com a exigência do pagamento de 13 milhões de euros. Pogba, campeão do Mundo pela França em 2018, declarou ter dado 100 mil euros aos supostos sequestradores, assinando um documento no qual prometia pagar a avultada quantia remanescente.

A Divisão Central de Luta Contra o Crime Organizado da Polícia Judiciária gaulesa, segundo a imprensa francesa, terá já interrogado diversas pessoas próximas do jogador, como a sua mãe, além do próprio.

Paul Pogba, com 91 internacionalizações e 11 golos pelos ‘bleus’, regressou à equipa de Turim após seis temporadas no clube inglês Manchester United, estando atualmente a recuperar de uma lesão no joelho direito.

Mathias, de 32 anos, teve uma carreira mais modesta como futebolista. É internacional pela Guiné-Conacri, de onde a família é originária.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.