Agentes da polícia fiscal italiana efetuaram hoje buscas às instalações de 41 clubes de futebol, apreendendo documentação relativa a contratos com jogadores e empresários.

A operação resulta de uma investigação da Procuradoria de Nápoles a alegados delitos de evasão fiscal, faturas falsas e branqueamento de capitais.

Segundo a procuradoria napolitana, Juventus, AC Milan, Nápoles e Lázio estão entre os clubes investigados, sobretudo os que mantêm negócios com os empresários Alejandro Mazzoni e Alessandro Moggi.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.