Depois de o ministro do desporto italiano, Vincenzo Spadafora, ter admitido que Cristiano Ronaldo poderá ter violado o protocolo da COVID-19 imposto pelas autoridades ao deixar Turim para rumar a Portugal com o intuito de representar a seleção, caso não tenha existido qualquer autorização específica das autoridades sanitárias, o presidente da Juventus, Andrea Agnelli, também abordou o assunto.

"Ronaldo tem de ligar para o Ministério da Saúde e do Interior e pedir que lhe expliquem o que violou. Para a Juventus, aplico o protocolo federal. Sou gerente desportivo. Se querem saber se ele violou uma lei estatal, perguntem ao Ministro. Eu não posso dar autorizações sanitárias, têm de ser pedidas a outros", referiu Agnelli numa conferência de imprensa em que apresentou os dados financeiros da última época da formação de Turim,, demarcando assim o clube de qualquer responsabilidade no processo.

"Gostaria apenas de vos lembrar que quando os jogadores regressam a casa são cidadãos livres e que, se as seleções os convocam, eles fazem questão de responder à convocatória. A saúde é a prioridade neste momento tão complexo. Acredito que o protocolo, quando aplicado corretamente, é suficiente para nos permitir terminar a época sem percalços e sem rever os formatos de competição", acrescentou o líder máximo da 'Vechia Signora'.

Recorde-se que já depois de disputar duas partidas por Portugal, o astro testou positivo à covid-19, regressando a Turim na quarta-feira. Ronaldo está agora a cumprir isolamento em casa, enquanto o plantel da Juventus, com outros casos positivos, voltou a entrar em sistema de "bolha", de forma a prevenir o contacto do plantel com o exterior.

A 3 de outubro, recorde-se, foram detetados dois casos de COVID-19 no staff da Juventus, situação que obrigou todos os jogadores e equipa técnica a cumprirem isolamento no hotel já referido. Porém, alguns jogadores, entre eles Cristiano Ronaldo, deixaram o isolamento para se juntarem às respetivas seleções nacionais. Entretanto, o internacional português testou depois, na passada terça-feira, em Portugal, positivo à COVID-19, regressando a Turim na quarta-feira, encontrando-se agora a cumprir isolamento em casa, enquanto a maior parte do plantel da Juventus se encontra num sistema de "bolha".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.