O presidente do Nápoles, Aurelio De Laurentiis, criticou duramente Gonzalo Higuaín pela transferência para Juventus, acusando mesmo o avançado argentino de "traição".

"Há gente que pensa que falar em traição é exagerado, mas eu penso ao contrário. Isto é traição na sua máxima expressão, pela ingratidão mostrada", disse o líder do clube napolitano ao Corriere dello Sport.

"Esperava um comportamento diferente [de Higuaín]. Sim, havia uma cláusula, mas a natureza do futebol não permite que haja respeito pelos sentimentos", acrescentou ainda.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.