A Roma, orientada pelo português José Mourinho, condicionada por duas expulsões, empatou hoje (1-1) com a Fiorentina, em jogo da 15.ª jornada da Liga italiana de futebol, na qual o compatriota Dany Mota deu o triunfo ao Monza.

No Olímpico de Roma, os ‘giallorossi’ abriram o marcador aos cinco minutos, numa jogada bem desenhada pela direita, em que Paolo Dybala combinou com o ex-Benfica Cristante e cruzou para o cabeceamento do belga Lukaku, que assinou o seu sétimo golo no campeonato.

Com o português Rui Patrício na baliza, a evitar o empate dos ‘viola’ pouco depois com uma grande ‘mancha’ à tentativa de Nzola, a Roma teve uma péssima notícia aos 25 minutos, com a saída de Dybala, mais uma vez afetado por uma lesão.

No segundo tempo, no espaço de quatro minutos, a equipa de Mourinho viveu um ‘pesadelo’: aos 62 minutos, voltou a perder um jogador lesionado - o turco Azmoun, que tinha substituído o argentino -, aos 64, viu o lateral Zalewski ser expulso por acumulação de cartões amarelos, e, aos 66, cedeu o empate, por intermédio do central argentino Lucas Martínez (66).

Na ponta final da partida, aos 87 minutos, Lukaku também foi expulso, com vermelho direto por entrada perigosa sobre Kouamé, obrigando a Roma – na qual Renato Sanches não saiu do banco – a cerrar fileiras para conseguir somar o quinto jogo consecutivo sem perder.

A Roma continua no quarto posto da Serie A, com 25 pontos, a quatro do terceiro AC Milan, mas permitiu a ‘colagem’ do surpreendente Bolonha, quinto, também com 25, uma semana antes do confronto entre as duas equipas.

Numa ‘corrida’ muito equilibrada pela quarta e última vaga da Champions, a equipa de Thiago Motta ultrapassou Nápoles e Fiorentina, ambos com 24, depois de ter vencido hoje, por 2-1, no terreno da lanterna-vermelha Salernitana.

O dianteiro neerlandês Joshua Zirkzee 'bisou' para o Bolonha, aos nove e 20 minutos, e o avançado nigeriano Simy (ex-Portimonense e Gil Vicente) reduziu a desvantagem, aos 75, para o 18.º e último classificado (oito pontos).

O Monza venceu na receção ao Génova pela margem mínima (1-0), com golo do internacional sub-21 português Dany Mota, que saiu do banco e marcou aos 83 minutos, com assistência do compatriota e titular Pedro Pereira.

O triunfo permitiu ao conjunto anfitrião saltar para o nono posto, com 21 pontos, a apenas dois da vaga de apuramento para a Liga Conferência Europa, enquanto os genoveses ocupam a 15.ª posição, com 15.

No primeiro jogo do dia, Frosinone (12.º) e Torino (11º), separados por um ponto na tabela, empataram sem golos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.