A Comissão de Disciplina da Federação italiana de futebol não perdoou. A presidente da Roma, Rosella Sensi , terá colocado em causa a imparcialidade de um árbitro e o organismo multou-a, assim como ao clube, em nove milhões de euros.

O jogo em causa remonta a 22 de Setembro, frente ao Brescia, que venceu por 2-1, e em que Rosella Sensi terá acusado o árbitro do encontro de agir contra a sua equipa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.