Um golo do montenegrino Mirko Vucinic, aos 18 minutos, bastou para a equipa da capital se aproximar do tetracampeão Inter de Milão, que sábado somou o terceiro empate consecutivo.

O treinador português José Mourinho conseguiu este sábado completar oito anos sem derrotas caseiras em provas internas, depois do polémico nulo com o Sampdoria, em que os "nerazzurri" Walter Samuel (32 minutos) e Ivan Córdoba (38) foram expulsos, assim como o visitante Pazzini (74).

A última e única derrota caseira de Mourinho data de 23 de Fevereiro de 2002, ao serviço do FC Porto, frente ao Beira-Mar (3-2), no antigo Estádio das Antas.

O AC Milan, que hoje joga com o Bari, também pode aproveitar o empate do "vizinho" e reduzir para sete pontos a desvantagem para a liderança.

Com o empate no Giuseppe Meazza, a Sampdoria caiu da quarta para a sétima posição, tendo sido ultrapassada pela Juventus, o Palermo e o Nápoles.

A Juventus, quarta classificada, a 14 pontos do Inter, conseguiu um importante triunfo no terreno do Bolonha, por 2-1, com Ribas a dar vantagem à "vecchia signora", logo aos quatro minutos, antes de Buscé (50) empatar a partida, tendo Candreva dado o triunfo ao conjunto de Turim, aos 66.

O Palermo subiu ao quinto posto, depois de ter conseguido um tranquilo triunfo sobre a Lazio, por 3-1, com o antigo benfiquista Fabrizio Miccoli a marcar o segundo golo, aos 28 minutos, na cobrança de uma grande penalidade.

Apesar do nulo na deslocação ao estádio do "lanterna vermelha" Siena, o Nápoles ascendeu ao sexto posto, com os mesmos pontos que Palermo e Sampdoria, e menos um do que a Juventus.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.