Tiago Pinto, diretor desportivo da AS Roma, saiu em defesa de José Mourinho, que foi criticado pelo empresário de Diawara, um dos seus jogadores.

"Não quero falar sobre agentes, mas tenho uma boa relação com Piraino, só que ele não se comportou corretamente. Diawara sempre treinou bem e joga quando treinador decide. Hoje Kumbulla regressou. Nós estamos ao lado das escolhas de Mourinho e aquilo que ele decide", disse, citado pelo Tuttomercatoweb.

Recorde-se que Daniele Piraino, empresário de Amadou Diawara, atirou-se a José Mourinho e acusou o treinador de criar mau ambiente no balneário da AS Roma.

Em causa está o facto de José Mourinho ter alegadamente repreendido os jogadores depois da derrota por 6-1 na visita ao Bodo/Glimt. Na altura, a imprensa italiana revelou as supostas palavras do técnico português após o encontro.

"Entre vocês há gente que não jogaria aqui na Noruega, nem sequer na Serie B", terá dito o treinador português aos jogadores da Roma, de acordo com o jornal italiano 'Corriere dello Sport'. Os principais visados pelo 'Special One' terão sido Borja Mayoral, Villar, Diawara, Reynolds e Kumbulla.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.