“É lógico que sabemos que já não temos hipóteses de ir ao Europeu, mas somos profissionais e temos de arranjar sempre ânimo para estes jogos. Representar a selecção é um orgulho para todos os jogadores que cá estão. Só isso já dá motivação. Queremos vencer e honrar a camisola que vestimos”, vincou Rui Patrício.

Bruno Pereirinha alinha no mesmo discurso: “Bom para nós teria sido a qualificação. Já que não é possível, vamos fazer tudo para dar boa imagem e dignificar o país”.

“É lógico que estamos tristes. Queríamos ir pelo menos ao play-off. Não conseguimos. É assim o futebol. Há que dar os parabéns a quem conseguiu. Nós temos de levantar a cabeça e seguir o nosso rumo”, acrescentou Rui Patrício.

O guarda-redes do Sporting admite que Portugal deitou o sonho a perder com a derrota, 1-0, frente à Inglaterra, sexta-feira, em Barcelos, considerando que os lusos falharam, acima de tudo, na “finalização”.

“Não conseguimos decidir no último jogo. Não fomos mais fortes que Inglaterra em termos de finalização. Era importante ganhar, não conseguimos. Já foi.

Agora é ganhar terça-feira. Sabemos que temos um grupo muito forte, com bastante qualidade. Quero ganhar o último jogo dos sub-21. Certamente vai haver mais selecção no futuro, nos sub-23 ou ‘AA’. Importante é acabarmos bem o nosso último jogo”, concluiu.

Bruno Pereirinha recordou o “brio” deste grupo em representar Portugal e prometeu muita vontade para acabar em beleza frente à Macedónia: “Vamos defrontar uma equipa teoricamente mais fraca. Não conseguimos ganhar lá. Sabemos que vai ser difícil, mas vamos dar tudo. Sabemos que temos qualidade e vamos vencer”.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.