Rui Vitória esteve, esta sexta-feira, na conferência de imprensa de antevisão do jogo com o Arouca, referente à Taça da Liga.

O treinador do Paços de Ferreira sublinhou que vencer o Arouca será muito importante:“Por aquilo que é o grupo, com três jogos e todos a disputar em Janeiro, a vitória no próximo domingo não é decisiva, mas é fundamental e muito importante. E não vale a pena estar a esconder que queremos vencer”.

O técnico da formação pacense disse ainda esperar “por as ‘armas’ em campo” e “fazer com que o adversário se preocupe” com o Paços de Ferreira, apesar de contar com “um jogo difícil” em Arouca, uma equipa “muito agressiva e muito prática”.

“Os jogos contra as equipas da Liga de Honra são sempre muito complicados e não é por acaso que na eliminatória anterior cinco (equipas da Liga) ficaram pelo caminho”, sublinhou, garantindo ter trabalhado o encontro no sentido de “antecipar e preparar” a equipa para esse cenário.

Rui Vitória relativizou ainda a contratação forçada pelo Arouca do guarda-redes Rui Nereu, considerando que não será significativa a falta de rotina do seu antigo atleta nos escalões de formação do Benfica.

“(O Arouca) tem um jogo muito característico, a equipa é muito agressiva e muito prática, e os seus jogadores muito experientes. A quase totalidade dos jogadores da equipa base não é nova nestas andanças”, disse.

Carlos Renan, Alvarinho e Jorginho Sousa, todos lesionados, são os únicos impedimentos no plantel do Paços de Ferreira, mas Rui Vitória não abriu o jogo sobre as opções para domingo, garantindo apenas a intenção de “ajustar a equipa em função do adversário”.

“Estamos felizes por começarmos a ter toda a gente a treinar e a aproximar-se dos níveis que nós queremos, e isso é uma conquista nossa, Depois, eles só têm de agarrar as oportunidades”, concluiu.

O Paços de Ferreira, que terá ainda o Vitória de Guimarães e Sporting de Braga como adversários na terceira fase da Taça da Liga, visita pelas 15h00 de domingo o Arouca, em jogo da primeira jornada do Grupo C, que terá arbitragem de Bruno Paixão, de Setúbal.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.