Adán, guarda-redes do Sporting, foi o jogador escolhido para antecipar a final da Taça da Liga frente ao Benfica.

Recordações da final ganha no ano passado

"Traz-nos boas recordações esta Taça. Chegamos em outro momento, melhores, a equipa cresceu, mais experientes e com outra mentalidade, mas com a ilusão e vontade de querer ganhar."

Trabalho mais os penaltis nestes dias?

"Trabalhamos todas as fases do jogo, bola parada, penaltis, defensivamente e no ataque. Esta Taça, decide-se nos penalti e também trabalhámos neste campo."

Sobre o poderio do Benfica

"Vamos enfrentar uma superequipa, que tem grandes jogadores, apesar do momento que está a atravessar. É uma final e será 50-50 para cada lado."

Muda alguma coisa não ter Coates?

É um jogador importante para o Sporting, não só pela forma de jogar, mas também pela sua liderança. Não está, mas vai estrar outro jogador para o seu lugar.

Mais pressão este ano por se jogar a final com adeptos nas bancadas?

"Não há pressão especial, é uma motivação extra, no ano passado não os pudemos ter nas bancadas e este ano é muito importante o apoio. Na final é bom termos os adeptos connosco."

O Benfica defronta o Sporting no sábado, na final da Taça da Liga de futebol, agendada para as 19:45 no Estádio Municipal Dr. Magalhães Pessoa, em Leiria, com arbitragem de Manuel Mota (AF Braga).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.