O diretor desportivo do FC Porto, Luís Gonçalves, e Rui Costa, administrador da SAD do Benfica, foram castigados pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol com suspensão e multa na sequência das respectivas expulsões no decorrer da meia-final da Taça da Liga.

De acordo com o mapa dos castigos divulgado esta sexta-feira pelo Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol, Luís Gonçalves foi castigado com uma suspensão de 16 dias e uma multa de 765 euros devido a "protestos e atitude incorreta para com a equipa de arbitragem".

"O agente foi considerado expulso porque após uma decisão da equipa de arbitragem dirigiu-se ao 4.º árbitro, gesticulando de forma ostensiva e de braços no ar, não tendo sido percetível o que estava a dizer", pode ler-se no mapa dos castigos do CD da FPF.

Já Rui Costa, administrador da SAD do Benfica, foi castigado pelo mesmo órgão federativo a uma suspensão de seis dias e multa de 287 euros.

"O agente [Rui Costa] foi considerado expulso porque, no túnel, durante o intervalo, dirigiu-se ao árbitro em tom de voz alterada e disse: 'Estou a perder 2-1 com um golo mal anulado'. Tendo continuado a proferir tal frase até ao balneário", pode ler-se no relatório.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.