O FC Porto venceu esta quinta-feira o Rio Ave, por 3-0, no jogo em atraso da 1ª jornada da fase de grupos da Taça da Liga. Soares e Marega abriram o marcador na primeira parte enquanto que no segundo tempo Aboubakar fixou o resultado final de grande penalidade.

No regresso aos jogos da Taça da Liga após o empate a 0-0 com o Leixões no encontro da segunda jornada, a equipa de Sérgio Conceição apresentou-se no Dragão com algumas novidades no onze titular. Casillas regressou à baliza dos 'dragões' enquanto que Felipe e Soares também começaram de início. Do lado do Rio Ave, Miguel Cardoso fez apenas uma alteração em relação ao último jogo com a entrada de Nélson Monte para o lugar do castigado Marcelo.

Num jogo em que as duas equipas estavam obrigadas a vencer no Grupo D, o FC Porto entrou mais determinado e abrir o marcador, e logo no primeiro minuto Soares desperdiçou uma ocasião soberana na 'cara' de Cássio após um passe 'rasgado' de Marega.

Sempre a imprimir muita pressão pelas 'alas', a equipa de Sérgio Conceição apresentou muitos problemas ao Rio Ave que ainda respondeu aos 7' minutos, com uma jogada pela esquerda em que Yuri Ribeiro serve Geraldes na área com um passe atrasado, mas o remate do médio português é desviado por Danilo com um excelente corte.

O domínio do FC Porto chegava a ser 'sufocante' com o Rio Ave a não conseguir sair da sua área com a bola controlada, e aos 10' minutos de jogo Soares abriu o marcador após um mau passe de Cássio numa saída para o ataque. Brahimi recuperou a posse de bola e lançou Herrera na área com o mexicano, de calcanhar, a desmarcar Tiquinho Soares, que apenas precisou de ajeitar a bola e rematar rasteiro para o fundo das redes.

A vencer por 1-0, a formação azul-e-branca não diminuiu a pressão e aos 21' minutos ampliou mesmo a sua vantagem após um passe em profundidade de Brahimi a lançar Marega, que à entrada da área passou por Cássio e fez o 2-0 de baliza deserta.

Antes do intervalo, a reação do Rio Ave aconteceu de bola parada, com o remate forte de João Novais a sair ao lado da baliza de Iker Casillas.  Miguel Cardoso foi ainda obrigado a uma substituição forçada por lesão do guarda-redes Cássio, lançando Rui Vieira para o lugar.

O FC Porto poderia na reta final da primeira parte ter ampliado o resultado, mas Rui Vieira 'mostrou' serviço e negou o terceiro golo aos 'dragões'.

No segundo tempo, a equipa de Sérgio Conceição voltou a entrar muito forte, e a falhar ocasiões de golo. Aos 63' minutos, o técnico portista lançou no jogo Aboubakar, e aos 70' minutos a lançar André André.

Aos 80' minutos, o árbitro expulsou Danilo Pereira por acumulação de cartões amarelos devido a protestos junto ao fiscal de linha. Já nos descontos, Aboubakar foi derrubado por Pelé no interior da área do Rio Ave, que ficou reduzido também a 10 jogadores, e chamado à conversão da grande penalidade o avançado camaronês não falhou fixando o resultado final em 3-0.

Com este resultado, o FC Porto interrompeu uma série de jogos sem vencer na Taça da Liga e soma agora 4 pontos no Grupo D.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.