O presidente da Liga Portuguesa Futebol Profissional (LPFP), Fernando Gomes, disse hoje encarar a final da Taça da Liga, entre o Benfica e o Paços de Ferreira, no sábado, em Coimbra, como um jogo de risco elevado.

«Sendo uma final, não é um jogo de baixo risco», afirmou o dirigente, na conferência de imprensa realizada hoje, em Coimbra, para apresentar o evento desportivo.

Questionado sobre os indícios da venda bilhetes destinados ao Paços de Ferreira a adeptos do Benfica, Fernando Gomes declarou-se preocupado.

«Preocupa-nos, e de alguma forma temos articulado essa situação com as autoridades policiais, no sentido de haver claramente uma segregação de adeptos para evitar qualquer tipo de problema que possa ocorrer», declarou.

Sobre as questões de segurança, revelou ainda que tem vindo a ser encarada com normalidade, no quadro da final de uma competição, desde há dois meses.

No sábado, o Estádio Cidade de Coimbra apresentar-se-á com a lotação esgotada, perto de 30 mil pessoas, tendo a sua capacidade sido reduzida em pouco mais de uma centena «por razões de segurança».

Em relação à questão financeira da prova, o dirigente sublinhou que «a liga não tem nenhum retorno».

«Toda a receita, 3,8 milhões de euros, é distribuída pelos clubes, em função da participação. As receitas do jogo da final são repartidas em partes iguais pelos dois finalistas», realçou.

Já quanto ao favorito desta final, Fernando Gomes referiu que «os favoritos vêem-se dentro do campo» e salientou que «as duas equipas alcançaram a final com todo o mérito».

Lamentou que a competição não dê acesso a uma prova europeia, embora alguns clubes já tenham levantado essa questão, e desvalorizou as críticas que põem em causa o real empenho de todos os participantes.

Sobre a designação do árbitro lisboeta Pedro Proença, Fernando Gomes concluiu que o critério da escolha teve a ver com o facto de ter sido o melhor juiz da temporada anterior e que deposita nele toda a confiança.

Após a conferência de imprensa, foi ainda apresentado o novo troféu para o vencedor.

A taça, totalmente negra, ostenta uma bola assente num tripé estilizado, que resulta de um acordo entre a Liga e a empresa de apostas desportivas Bwin, nova patrocinadora da prova.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.