O médio do Paços de Ferreira André Leão disse hoje existir no balneário pacense uma «vontade enorme» de ganhar ao Benfica no sábado, na final da Taça da Liga de futebol, em Coimbra.

«Não fizemos este caminho até à final para perder. Posso dizer que o balnéario está tranquilo e sente-se em todos uma enorme ambição de ganhar», disse André Leão, em declarações à agência Lusa.

O jogador, de 25 anos, relativizou a recente goleada do Benfica na Mata Real (5-1) para a Liga, lembrando que se tratou de «um jogo com muitas condicionantes, a começar numa grande penalidade sofrida nos primeiros minutos do jogo», e insistiu que «são jogos diferentes».

«Trata-se de uma competição diferente, é uma final e a motivação é ainda maior, mesmo sabendo que o adversário é favorito e vamos jogar num ambiente adverso. Mas temos jogadores jovens, ambiciosos e que vão dar tudo para fazer história», sublinhou, garantindo que a alegada quebra de rendimento do Paços de Ferreira é «aparente».

André Leão foi claro:

«Em Aveiro, com o Beira-Mar, empatámos e podíamos ter ganho, mas a expulsão do Olímpio condicionou-nos. Com o Benfica, a seguir, foi o que se viu, no Nacional jogámos muito bem, mas fomos infelizes e só frente ao Rio Ave, e na segunda parte, é que falhámos mesmo.»

O médio, um dos indiscutíveis no “onze” de Rui Vitória, falou mesmo num «Paços de Ferreira a cem por cento frente ao Benfica» para garantir a conquista do primeiro grande troféu em Portugal, depois de ter ganho três taças na Roménia, ao serviço do Cluj, que representou a partir de 2007/08 e durante duas épocas e meia.

Ligar aos pais e à namorada será a primeira coisa que André Leão promete fazer na final de sábado no Municipal de Coimbra em caso de vitória pacense, clube com quem segunda-feira prolongou o contrato, que só terminava na próxima época até 2014, com uma cláusula de rescisão fixada em cinco milhões de euros.

«Foi uma forma de tirar dos dirigentes um pouco o fantasma de uma possível saída a custo zero na próxima época. Eles ficam, assim, com maior poder de negociação e a renovação é também uma forma de reconhecer a aposta que fizeram em mim, ao apadrinharem o meu regresso a Portugal», concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.