O treinador do Leixões João Henriques disse esta segunda-feira querer a sua equipa a defrontar na terça-feira o FC Porto com o pensamento nos três pontos e em manter a liderança do Grupo D da Taça da Liga em futebol.

A visita do clube de Matosinhos ao Estádio do Dragão acontece no dia em que se completam nove anos de um histórico triunfo do Leixões em casa dos portistas, por 3-2, com golos de Bruno China e de Braga (2) e que fez a equipa visitante ascender ao primeiro lugar da I Liga.

Agora na II Liga, o Leixões, segundo João Henriques, mantém a "ambição" na visita ao líder do principal campeonato português, afirmando na conferência de imprensa de antevisão que parte para o jogo "respeitando" o FC Porto, numa prova que quer "dignificar".

"Espero um FC Porto a respeitar-nos, tal como fez com todos os adversários, a manter-se como uma equipa forte e que também vai dignificar a prova", afirmou o treinador do atual quarto classificado da II Liga, em igualdade com o FC Porto B.

Ainda sobre o adversário, João Henriques disse esperar um FC Porto que "vai apresentar um futebol de ataque, positivo, e a querer marcar cedo para gerir uma semana que vai ser complicada".

Autor do primeiro dos três golos, há nove anos, na vitória no Estádio do Dragão, o capitão Bruno China sustentou que o Leixões vive hoje uma "realidade diferente" da que permitiu a vitória por 3-2, por força da "menor capacidade" devido a estar na II Liga, mas que isso não deve ser entendido por "menos ambição".

"Este é, de facto, um clube único!", salientou Bruno China, recordando ser o Leixões o "único clube que, alinhando na II B, atingiu a final da Taça de Portugal", garantindo que os seus jogadores não irão apresentar-se em campo "derrotados ou para passear".

Invicto em casa esta época, a série de bons resultados do Leixões é um fator de "confiança" para o experiente jogador para quem os duelos com as equipas grandes "chegam sempre na hora certa", na lógica de que "são partidas em que todos querem participar".

Líder isolado do Grupo D com três pontos, o Leixões será o adversário na estreia dos ‘dragões’ na presente edição da prova, sendo que um triunfo deixará a equipa de João Henriques muito bem posicionada para atingir a fase final da prova.

O avançado Ricardo Barros, há cerca de um mês e meio parado devido a uma lesão crónica no tornozelo direito, vai ser operado na próxima semana e estará mais três meses inativo, informou o presidente da SAD Paulo Lopo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.